Programa de Fortalecimento Familiar

programa fortalecimento familiar

O Programa de Fortalecimento Familiar (PFF) visa prevenir a retirada da criança do seu meio familiar de origem. Trata-se de uma resposta complementar e preventiva da medida de acolhimento, que a alargar a todas os territórios onde já existem Aldeias de Crianças (Guarda, Cascais, Vila Nova de Gaia e Rio Maior). 
 
Visa intervir em contexto familiar, ajudando a criar condições e a potencializar os recursos necessários à família para manter as crianças e jovens no seu agregado de origem, seja prevenindo a sua institucionalização ou garantindo a sua reintegração familiar, seja atenuando situações de conflito ou rutura familiar que ponham em causa o bem-estar e o convívio familiar.

Compreende níveis diferenciados de intervenção de cariz pedagógico e psicossocial que, de acordo com as características das famílias, integram as seguintes modalidades:

pff-site-210.jpga) Preservação familiar – prevenir a retirada da criança ou do jovem do seu meio natural de vida.

b) Reunificação familiar – regresso da Criança ou do jovem ao seu meio familiar.

c) Ponto de encontro familiar - O ponto de encontro familiar constitui-se como um espaço neutro e idóneo que visa a manutenção ou o restabelecimento dos vínculos familiares nos casos de interrupção ou perturbação grave da convivência familiar, designadamente em situação de conflito parental e de separação conjugal. 

Cada equipa é composta por um psicólogo, um técnico de serviço social e um educador, que estabelece para cada família e para cada criança um plano de desenvolvimento familiar e individual. 
 
 
O que fazemos
Avaliamos e agimos mediante a implementação de planos individuais de intervenção adequados à situação particular de cada família, valorizando uma intervenção sistémica, intensiva e complementar, que inclui:

⇒ Capacitação parental em domicílio e espaço neutro;
 Educação parental em sala;
 Mediação familiar;
 Acompanhamento psicossocial.
 Orientação escolar e profissional.
 Dinamização de fóruns comunitários;
 Promoção de oficinas de formação;
 Ações de sensibilização e promoção dos Direitos da Criança.
 
 
A atuação do PFF está enquadrada, a nível nacional, num protocolo de cooperação estabelecido com a Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens em Risco (CNPCJR) e, a nível local, através de protocolos com as Comissões de Proteção de Crianças e Jovens dos concelhos onde o programa desenvolva a sua atividade. Adicionalmente a este protocolo local, são estabelecidos protocolos com as Câmaras Municipais no sentido de apoio logístico e instalações para a equipa local.


Referenciação (quem pode solicitar a intervenção)
 CPCJ;
 Tribunal;
 Serviços da Segurança Social(ECJ/EMAT, Ação Social);
 Centros de acolhimento residencial    (CAT/LIJ);
 Escolas;
 Serviços de Saúde;
 Outras entidades públicas ou privadas;
 
 
Iniciado em 2012, o Programa de Fortalecimento Familiar possui em funcionamento 3 equipas (Rio Maior, Guarda e Oeiras) que apoiam 150 crianças, 100 famílias e já formaram 80 técnicos locais.