Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

02.10.2017 - Em 2015, líderes de 193 países do mundo comprometeram-se com um plano de ação de 15 anos para melhorar a vida das pessoas, proteger o planeta e construir a prosperidade.
onu

Os líderes globais reuniram-se na sede das Nações Unidas em Nova York, entre 12 e 25 de setembro para a ronda anual de conversas diplomáticas conhecida como “Debate Geral”. Concentrando-se no tema "Foco nas Pessoas - Lutar pela paz e uma vida decente para todos, num planeta sustentável", a 72ª Assembleia Geral da ONU viu monarcas, presidentes e primeiros-ministros discutir respostas internacionais a muitos dos desafios globais atuais, incluindo conflitos prolongados, pobreza extrema, fome e a crise dos refugiados.

O progresso no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (SDG) também esteve na agenda. Em 2015, líderes de 193 países do mundo comprometeram-se com um plano de ação de 15 anos para melhorar a vida das pessoas, proteger o planeta e construir a prosperidade. Os SDG, também conhecidos como objetivos globais, abrangem uma ampla gama de áreas como a pobreza, a paz e a educação, o trabalho digno, o crescimento económico e a redução das desigualdades.

onu"Como uma organização de assistência à infância e como indivíduos, temos a oportunidade de garantir que todas as crianças tenham oportunidades iguais de crescer com dignidade, segurança e respeito - num ambiente protetor, como cada criança merece", disse Norbert Meder, Diretor Executivo da Aldeias de Crianças SOS Internacional.

As Aldeias de Crianças SOS Internacional estão focadas em chegar às milhões de crianças sem cuidados parentais ou em risco de perdê-la. Estamos a ajudar a atingir os SDG, evitando a separação familiar, garantindo cuidados alternativos de qualidade, enquanto preparamos jovens para uma vida independente.

O trabalho das Aldeias de Crianças SOS Internacional concentra-se em cinco dos SDG. As nossas responsabilidades incluem influenciar os quadros de regulação internacionais da proteção, cuidados e educação da criança, melhorar os padrões de qualidade dos cuidados e serviços preventivos em cada um dos países em que trabalhamos. Envolver os jovens nos processos de tomada de decisões globais e promover a inclusão social é também uma componente essencial para garantir que, até 2030, mais crianças cresçam felizes e protegidas.