Dia Internacional das Famílias

15 Maio - Jardim Municipal 25 de Abril, na cidade de Rio Maior.

09.05.2016 - ​No Dia Internacional da Família o CAFAP SOS Rio Maior promove um "Piquenique das Famílias" para as famílias apoiadas pela resposta social.
dia-internacional-600x300.png
Foi a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) que proclamou o dia 15 de maio, como sendo o Dia Internacional da Família. Este dia viria a ser comemorado pela primeira vez em 1994. 

Com a celebração do Dia Internacional da Família a ONU pretende destacar, entre outros objetivos: 

A importância da família na estrutura do núcleo familiar e o seu relevo na base da educação infantil;
 
Reforçar a mensagem de união, amor, respeito e compreensão necessárias para o bom relacionamento de todos os elementos que compõem a família; 

Chamar a atenção da população para a importância da família como núcleo vital da sociedade e para seus direitos e responsabilidades desta; 

Sensibilizar e promover o conhecimento relacionado com as questões sociais, económicas e demográficas que afetam a família. 

“A família é um lar”, “Família, o nosso bem mais precioso”, “A família é o casaco do coração”, “A verdadeira felicidade está na própria casa, entre as alegrias da família”, “A família é como o sarampo: uma pessoa tem quando é criança e fica marcada para toda a vida” são algumas das ideias força para veicular com simplicidade a importância da família, célula base estruturante da sociedade. 

"A família, como grupo fundamental da sociedade e do ambiente natural para o crescimento e bem-estar de todos os seus membros e em particular das crianças, deve receber a proteção e assistência necessárias para que possa assumir na plenitude as suas responsabilidades dentro da comunidade ". - ONU 

As famílias estão sob pressão 
O número de famílias monoparentais está a aumentar. Em África, cerca de 30% das famílias que participam nos programas de fortalecimento famíliar SOS são chefiadas por uma mãe solteira. [Banco de Dados Programa da SOS KDI 2015] 
 
151 milhões de crianças em todo o mundo perderam um ou ambos os pais. [UNICEF, 2011] 
 
A pobreza é o fator de risco # 1 para as crises familiares que levam ao abandono de crianças na África, Ásia e América Latina. [Banco de Dados Programa da SOS KDI 2015] 

Como é que a SOS Internacional ajuda as famílias? 
Todos os anos, a SOS KDI ajuda mais de 80.000 famílias extremamente vulneráveis através dos programas de fortalecimento famíliar. Através de serviços de educação e saúde, apoio nutricional para crianças, serviços sociais, desenvolvimento de meios de subsistência e construção de competências parentais positivas, ajudamos as famílias mais vulneráveis, criando as condições de que necessitam para cuidar dos seus filhos e para que, juntos, cresçam mais fortes. 

⇒56% das famílias que participaram em Programas de Fortalecimento Familiar SOS em 2013, conseguiram alcançar a auto-suficiência. 
 
22% das famílias foram capazes de melhorar significativamente as condições de vida dos seus filhos, no primeiro ano de participação num programa de fortalecimento familiar SOS.