De volta à escola!

21.09.2016 - Ajude-nos a preparar e garantir o futuro das crianças que acolhemos nas Aldeias SOS. A sua ajuda é muito importante para que seja possível sonhar com um futuro melhor para estas crianças.
ajudar educação

Setembro é o mês do regresso à escola.


Para muitas crianças, é o primeiro passo para a leitura e um novo entendimento do mundo: um mundo de aprendizagem e oportunidades. A escola é onde vivemos uma grande parte da nossa vida! É onde crescemos, onde aprendemos o mundo, onde escolhemos o que queremos ser no futuro, onde nos frustramos e sonhamos, onde fazemos os amigos mais especiais e duradouros da nossa vida! Escola é, afinal, muito mais do que a mochila, os livros, as aulas e os professores…

Para muitas crianças, é também onde se enfrentam outro tipo de desafios... Em famílias onde a rotina, a estabilidade e o afeto nem sempre estão presentes, ir à escola pode significar frustração, desconforto, discriminação e mau estar. Nestes casos, aprender, acreditar e sonhar não é tão fácil.

Nas Aldeias de Crianças SOS Portugal, trabalhamos há mais de 50 anos para garantir que as crianças têm Amor, uma Família e uma Infância digna, onde a educação e a escola, em particular, tem um papel fundamental.

Segundo dados do Relatório Escola de 2015/16, das cerca de 120 crianças e jovens acolhidas nas três Aldeias SOS, 52% frequentaram em 2015/16 o 2º e 3º ciclos do ensino básico e as restantes estiveram distribuídas pelo jardim-de-infância (6%), 1º ciclo (11%), ensino secundário (27%) e universidade (4%). A taxa de sucesso escolar (transição para o ano seguinte) é de 88% nestas crianças e jovens.

Através dos nossos Programas de Proteção e Prevenção e da garantia de uma educação de qualidade, queremos o melhor futuro para as nossas crianças e jovens. Aqui o seu papel é também fundamental!

Ofereça Kit’s* Escolares  AQUI  às nossas crianças e jovens e contribua para a sua Educação!

Obrigado!

“A Educação é a arma mais poderosa que temos para mudar o mundo”. Nelson Mandela


* 1kit escolar = mochila, cadernos, canetas, lápis, afia, régua, tesoura e cola (8 euros).