Uma tarde de festa e partilha

50 anos da Aldeia SOS de Bicesse

29.11.2017 - As comemorações do 50º Aniversário da Aldeia SOS de Bicesse decorreram na tarde de domingo dia 29 Outubro, num ambiente festivo e de muita alegria, contando com a presença de todas as crianças e colaboradores, contando-se entre os ilustres convidados muitos ex-residentes, sócios, voluntários e benfeitores.
aniversario bicesse


Presidiu à Missa de Ação de Graças o Sr. Bispo D. Joaquim Mendes que evocou esta Aldeia SOS de Bicesse como “família de famílias e família para os sem família”, uma obra que deve ser acarinhada por todos, deixando uma palavra de apreço, estima e gratidão a ”todos os que dedicada e generosamente hoje a dirigem e a todos aqueles e aquelas que cuidam, acompanham e fazem com que as crianças possam sonhar com um futuro feliz e preparar-se para ele num ambiente amor”.

Seguiu-se a Cerimónia Protocolar que se iniciou com um cântico interpretado por uma criança da Aldeia SOS e pela leitura de uma mensagem do Sr. Presidente da República que, apesar de não poder estar presente, não deixou de enviar uma mensagem de parabéns à Aldeia de Bicesse. Lembrou o Sr. Presidente da República: “50 anos de existência é motivo suficiente para celebrar. Acresce o facto de estamos a celebrar um aniversário de solidariedade, exemplo de partilha com o outro. No caso das Aldeias SOS, os outros são simultaneamente os mais frágeis e a nossa promessa de futuro, são as nossas crianças. […] Enquanto cidadão sempre acompanhei a vossa família, enquanto Presidente da República não posso deixar de reconhecer o vosso compromisso social. Agradecendo à Aldeia SOS de Bicesse pelas cinco décadas de compromisso e solidariedade: deixo uma última palava de ânimo e de incentivo, enquanto Presidente da República peço que continuem a traçar esse caminho feito de afetos”.

Discursou de seguida o Presidente do Conselho Diretivo, Eng. Jorge Carvalho salientando o orgulho enorme de “juntar a nossa família para celebrar os 50 anos desta Aldeia, que tem a difícil missão de construir famílias para crianças em risco, ajudando-as a ser parte da construção do seu próprio futuro, em conjunto com uma comunidade envolvente, da qual temos orgulho de fazer parte integrante”.

Em representação dos ex-utentes Benvinda Neves recorda que “a Aldeia acolheu-nos, deu-nos casa, segurança, educação, uma mãe, irmãos – uma nova família. […] A infância molda-nos e acompanha-nos ao longo da vida. Todos somos resultado da vivência (do antes SOS, do depois) e da educação que recebemos. […] Hoje as Aldeias além de serem amor e um lar para cada criança – têm caminhado também no sentido de que as crianças que por cá passam tenham as mesmas oportunidades que todas as outras crianças.” A ex-residente mencionou também o que para ela são os aspetos mais diferenciadores da Aldeia SOS: “Aqui não se separam os irmãos e temos Mães SOS como cuidadoras: São as mães SOS que dão colo, educação e também as que diretamente sentem as angústias e a revolta dos filhos que recebem. São elas que no dia-a-dia saram as feridas da alma com amor. A provar que quem “oferece amor a uma criança, entra no seu coração para sempre” – estão as visitas constantes dos muitos ex-residentes às suas mães SOS e também o facto de ano após ano sentirmos o grande prazer de vir aqui celebrar novo aniversário. E terminou manifestando a sua “profunda gratidão às tias fundadoras, que trouxeram para Portugal esta grande instituição.”

Seguiu-se a leitura da mensagem do Presidente da Federação internacional das Aldeias de Crianças SOS Siddhartha Kaul que sublinhou: “Hoje, as Aldeias de Crianças SOS de Portugal fazem parte de uma Federação Mundial que se empenha em assegurar que “toda a criança deve pertencer a uma família e crescer num ambiente de amor, respeito e segurança”. Atualmente, numa época em que a segurança económica é tão frágil, verificamos que cada vez mais crianças e famílias precisarão de apoio a fim de estes princípios serem uma realidade. […] A Associação Portuguesa tem vindo a convergir, desde há alguns anos, para a sua sustentabilidade financeira.  Felicito todos o que trabalham nas Aldeias SOS de Portugal por este notável sucesso! Ao longo destes 50 anos e desde a sua fundação, a Aldeia SOS de Bicesse proporcionou um lar e cuidados a mais de 200 crianças. Felicito a equipa e especialmente as Mães SOS da Aldeia por este sucesso!"

Interveio finalmente o Sr. Presidente da Câmara de Cascais, Dr. Carlos Carreiras mencionando que “50 anos são sempre uma data com um significado especial, mas neste caso, são 50 anos de amor para com aqueles que estavam mais fragilizados: crianças, órfãos, oriundos de famílias destruturadas, que aqui encontraram um ambiente de amor, de carinho e de formação […] Dou os parabéns à Aldeia de Bicesse e acima de tudo agradeço às mães de coração que ajudaram nestes anos, estes jovens que por sua vez ajudaram toda a nossa comunidade a ser mais coesa do ponto de vista social. Enquanto presidente da Câmara expresso um profundo reconhecimento a todas essas mães e a todos os colaboradores da Aldeia SOS de Bicesse.”



No decorrer da cerimónia protocolar houve também lugar a uma homenagem às Mães SOS: A atriz e Embaixadora SOS Núria Madruga felicitou e entregou a cada uma das Mães SOS da Aldeia de Bicesse um colar da Coleção Omnia em cujo design participaram jovens das Aldeias SOS.

Após a cerimónia protocolar e até ao lanche ocorreram 2 momentos de particular significado: A inauguração do painel de azulejos alusivo ao 50º Aniversário idealizado e executado por um grupo de ex-residentes e uma justa homenagem às sócias fundadoras Dra. Maria do Céu Mendes Correia e Dra. Palmira Cabrita Matias batizando com o seu nome uma das casas da Aldeia SOS de Bicesse. Estes momentos fortemente ovacionados foram acompanhados pela atuação do Coro da EDP e pelo entoar do hino da Aldeia SOS de Bicesse interpretado pelos muito s ex-residentes presentes.

O programa das comemorações terminou com o lanche convívio onde não faltou cantar os parabéns à Aldeia em torno de um magnífico e delicioso bolo de Aniversário gentilmente confecionado pelos cozinheiros dos Hotéis Real.


O Conselho Diretivo deixa uma palavra especial de agradecimento à Câmara Municipal de Cascais na pessoa do seu Presidente por participar nas comemorações presidindo às comemorações e pelo importante envolvimento do Município na preparação das comemorações (tendas, palcos, cadeiras, mesas, alcatifas, equipamento de som, iluminação, limpeza e arranjo de jardins) que permitiu dar maior solenidade e dignidade às mesmas.

Um agradecimento também aos Hotéis Real, Vila Galé do Estoril, Makro, Coca Cola, Unicer e Unilever (Olá) pelo apoio na preparação do lanche. Um agradecimento também à Micolândia que instalou insufláveis e orientou animações que fizeram as delícias da pequenada. Agradecemos ainda à Churrasqueira Assim ou Assado, à empresa Femedica  que prestou o serviço de primeiros socorros disponibilizando dois socorristas para estarem na festa; ao Mágico Badalo (Sergio) que realizou o espetáculo de magia para as crianças enquanto decorreram as cerimónias protocolares e à empresa que cedeu os insufláveis para os saltos da pequenada!
 

Um reconhecimento também especial à Castro Maia pela oferta de colares Omnia homenageando as Mães SOS e à atriz Núria Madruga, embaixadora SOS por se associar a esta homenagem e também à Primus Victória que forneceu azulejos para o painel do 50º Aniversário e para as lembranças que a ceramista Armanda Pinho Martins preparou com grande esmero e dedicação como recordação para todos os presentes.
Finalmente uma palavra de grande apreço para o Coro de Bicesse, Coro da EDP e banda Tributo Popular que com as suas brilhantes atuações muito enriqueceram as festividades.