Menina órfã acolhida na Aldeia de Crianças SOS de Sanothimi

16.07.2015 - Lila*, 10 anos de idade, estava a brincar com os seus primos quando aconteceu o terramoto e sua casa desmoronou em cima dos seus pais e seis familiares. Dois deles foram resgatados com vida dos escombros, mas a sua mãe e pai morreram.
nepal-terramoto

As Aldeias de Crianças SOS do Nepal foram informadas sobre Lila, pelos seus vizinhos. Uma das tias de Lila cuidou dela enquanto as Aldeias de Crianças SOS do Nepal, em cooperação com as autoridades, encetaram esforços para encontrar os membros da família, na esperança que fossem capazes de cuidar dela, antes de a admitir na Aldeia de Sanothimi, duas semanas depois.
 
No dia em que chegou à Aldeia de Crianças SOS, teve dificuldade em adaptar-se à sua nova família SOS. Mas com o carinho e o cuidado da sua mãe SOS e dos nove irmãos SOS, Lila começou a adaptar-se.
 
Lila está agora inscrita na Escola Hermann Gmeiner de Sanothimi, no grau 4. Gosta de ir à escola e alimentar os peixes no aquário pequeno na sua casa da família SOS. O mais jovem irmão SOS de Lila também ficou órfão no terramoto.
 
As crianças que perderam os pais no terramoto, estão a enfrentar um processo de recuperação psicológica, conta-nos o Diretor Nacional, Shankar Pradhananga. Para as crianças que são acolhidas nas Aldeias SOS, aceitando uma mãe SOS como cuidadora e os irmãos SOS como seus próprios irmãos, é difícil, especialmente durante as primeiras semanas, dado que ainda são assombrados pela perda traumática dos seus pais.
 
*Nome alterado por razões de privacidade